Esteiras Massageadora COM 14 tipos DE MASSAGENS

Código: 7BAWKP68E
R$ 1.990,00 R$ 1.699,90
até 12x de R$ 141,65 sem juros
Comprar Estoque: 1 dia útil
    • 1x de R$ 1.699,90 sem juros
    • 2x de R$ 849,95 sem juros
    • 3x de R$ 566,63 sem juros
    • 4x de R$ 424,97 sem juros
    • 5x de R$ 339,98 sem juros
    • 6x de R$ 283,31 sem juros
    • 7x de R$ 242,84 sem juros
    • 8x de R$ 212,48 sem juros
    • 9x de R$ 188,87 sem juros
    • 10x de R$ 169,99 sem juros
    • 11x de R$ 154,53 sem juros
    • 12x de R$ 141,65 sem juros
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Massagenador com 14 tipos de terapía portatil!
 
O modelo Light Rabattan, é uma esteira massageadora que contém quatro micro motores vibratórios espalhados em pontos estratégicos do produto, que ajudam a melhorar o seu bem-estar, estes micro motores atuam nesses pontos para aliviar tensões da coluna cervical, dorsal, lombar e das pernas.
Este produto dispõe de um controle remoto com display de dois dígitos, infravermelho e magnético.
A esteira Light Rabattan pode ser colocada sobre a poltrona, sofá, cama ou em qualquer outro lugar com superfície macia. Tudo isso para que você, profissional aumente sua renda e possa agregar novos métodos de massagem em seu estabelecimento.

 

Informações do produto
 

 

Esteira massageadora vibroterápica, magnetizada e com infravermelho longo de 4 a 14 micrometros, notadamente para momentos de relaxamento e descontração, destacando-se basicamente por ser dotada de 72 campos magnéticos e infravermelho longo e 4 micromotores que vibram e massageiam  eletronicamente seu corpo com 5 funções de massagem + função de aquecimento em até 3 níveis de intensidade (fraca, média e forte) de forma automática, que  irão atuar positivamente  nos pontos de acupuntura do corpo, permitindo ao usuário enquanto  descansa e repõe suas  energias, uma terapia magnética extremamente benéfica a sua saúde, além de  uma massagem eletrônica que agirá em seu organismo como importante tratamento revigorante de uma forma totalmente natural.
Durante a massagem o organismo libera endorfina, causando um agradável bem estar e uma leve sonolência para depois se sentir relaxado e com mais energia e disposição.
 
Esta Esteira da Tsuyoi do Brasil é uma ótima opção alternativa para quem quer usufruir da terapia magnética e dos raios de infravermelhos longo, sem ter que arcar com os altos custos de um colchão magnético. 
 
Efeitos terapêuticos
 
Melhora a circulação do  sangue; - Proporciona o relaxamento muscular.
- Descontrai o sistema nervoso central e neuro-muscular; - Auxilia no tratamento das dores de coluna,  fadiga mental, estress e insônia.
 
 

Ficha Técnica:
- Dimensão da esteira: 168x54x04cm

- 72 campos magnéticos e infravermelho longo, 
    sendo 44 cápsulas magnética de 700 gauss e 28 pastilhas 
    de infravermelho longo de 4 a 14 micras;
- Peso: 1.600Kgs.;
- Cores disponíveis: preto;
- Garantia 12 meses.

Alimentação

 -127-220V, (bi-volt) - frequência 60 HZ;

 - Consumo de energia: 12W.

 
Intruções  de uso e manutenção
• Vide manual que acompanha a esteira
 
 
Saiba mais
 
Tenha agora em sua casa, a Esteira da Tsuyoi do Brasil com o que há de melhor e mais avançado em tecnologia de relaxamento.
 
Dotada de magnetismo, infravermelho longo e massageadora vibroterápica para cuidadar da sua saúde de forma natural de uma só vez enquanto relaxa sobre ele.
 
Esta Esteira da Tsuyoi do Brasil é a solução que você procurava. 
É ideal para usá-lo na cama, sofá, poltrona e etc. É acolchoado, leve e meleável, podendo ser dobrado facilmente. 
Utilize o controle remoto e tenha  às suas mãos todas as funções práticas.
Conta com 10 micro-motores massageadores vibroterápicos e cinco funções de massagens e três intensidade (fraco, médio e forte + função de aquecimento). 
Tudo isso para que você tenha uma sensação de bem estar no corpo inteiro. O Aquecimento na região das costas, potencializa o efeito relaxante enquanto o magnetismo e o infravermelho longo atuam no sistema neuro-muscular e circulatório melhorando a circulação do sangue, relaxando a musculatura tensa e aliviando o estresse e a insônia. 
 
 

 

A Terapia Magnética nos Tempos Atuais.


 

A Terra é um imenso ímã.

 

Denomina-se geomagnetismo o campo magnético do nosso planeta, campo esse formado por linhas de força de potencial extremamente reduzido, mas que, quando juntas, formam um tremendo campo de força, com seus pólos (norte e sul) e suas capacidades de atração e repulsão, que mantêm a terra suspensa no espaço, juntamente com os demais astros; a isso se denomina “harmonia magnética das esferas”. Desse campo faz parte a força da gravidade e as energias telúrico-magnéticas que viajam intensamente por todo o orbe. Há cientistas que consideram o geomagnetismo como algo diferente da força da gravidade, mas a hipótese gravi-magnética propõe que uma massa em rotação tem o mesmo efeito magnético que uma carga elétrica em movimento. As constantes de força respectivas determinam essa relação, gerando a força da gravidade. Desconhecer ou mesmo negar o fato de a terra ser um imenso ímã é estar alienado de uma realidade contundente. É uma constatação científica inegável, sendo que muito já foi descoberto nessa área do conhecimento, e muito ainda está por ser descoberto. A própria origem do campo magnético terrestre tem sido alvo de muitos estudos, e as posições ainda são divergentes. O mais plausível é que exista um imenso núcleo de ferro fundido (magnetizado) no centro do planeta, que funciona como uma fonte geradora de campo magnético. Há cientistas que sugerem que o campo magnético da terra seja formado pela ionização das camadas de ar que envolvem a esfera. Mas seja qual for a teoria ou a hipótese, a verdade é que o campo magnético existe e pode ser medido pela utilização de artefatos específicos. É por meio desses aparelhos que a ciência já constatou a presença de um grande campo magnético no interior do planeta. Os aparelhos medem também o campo magnético na superfície terrestre, que é da ordem de 0,5 gauss, estendendo-se até 64 mil quilômetros a partir da superfície, formando a zona conhecida como magnetosfera. Certamente, esse campo magnético exerce influência profunda e constante sobre todos os fluidos e organismos vivos, tanto animais como vegetais. O modo mais simples e rápido de constatar o magnetismo da terra, porém, é por um instrumento quase rudimentar, que é uma agulha imantada, ou bússola. Ela foi a maior invenção de todos os tempos para os navegantes. Se a terra não tivesse um campo magnético, a bússola nem teria sido inventada. Basta girar o corpo segurando uma bússola para constatar as mudanças de posição magnética. 

 

O Campo Magnético do Corpo Humano

 

O corpo humano é comparável a um computador, em que tudo e todas as funções ocorrem por meio de impulsos elétricos complexos gerados pelo sistema nervoso central, que é formado por mais de 15 bilhões de células especializadas, que recebem as sensações externas e enviam-nas para todo o organismo. Esses impulsos podem ser facilmente mensurados, e já se sabe que a corrente elétrica cerebral tem o potencial de 20 watts entre os neurônios que, na verdade são verdadeiras usinas de energia elétrica, em pequenas proporções. As ondas cerebrais captáveis, por exemplo, num exame chamado eletro encefalograma, são da ordem de 20 watts de potência elétrica, que nada mais é que uma forma mais reduzida de ondas eletromagnéticas. Qualquer célula é um micro dínamo gerador de bioeletricidade, que faz isto por meio de um combustível composto por glicose e oxigênio. A célula nervosa, contudo, é a mais carregada em carga elétrica e, ao mesmo tempo, aquela que se descarrega com mais velocidade. O corpo humano possui, ainda, vários componentes químicos, átomos e moléculas compostas por elementos como zinco, ferro, cobre, carbono, fósforo, cálcio, potássio, sódio, etc., que se combinam para formar uma verdadeira bateria elétrica, que se carrega por meio dos alimentos ingeridos. A ciência hoje mostra que toda corrente elétrica produz, invariavelmente, um campo magnético. Órgãos do corpo humano geram campos magnéticos flutuantes de varias freqüências, sendo que o cérebro é o de maior potencial. A força do campo magnético da terra é da ordem de 0,5 Gauss, mais os campos magnéticos estáticos do corpo humano são mais de 4 vezes maiores que o da terra. Recentemente, descobriu-se que cada célula do corpo humano, além de ser um pequeno dínamo de energia é um micro campo magnético, apresenta também ritmos biológicos, sendo que a sua função é afetada pelos ritmos biológicos de todas as outras células. Os milhares de ritmos celulares individuais diferentes determinam um ritmo maior, como é o caso dos batimentos cardíacos. Para uma boa saúde, é necessário que o campo magnético formado pelo corpo humano seja íntegro e harmônico. Porém essa condição sofre a influência positiva ou negativa de fatores externos, e causam reflexos consideráveis em todo o organismo e em todas as funções orgânicas, principalmente as bioelétricas. 


Síndrome da Deficiência Magnética


Conforme já apontamos, o corpo humano é um tipo de ímã com pólos positivo e negativo, sendo que o equilíbrio da energia entre esses pólos é o fator que protege as células, que por sua vez são individualmente magnetizadas. Esse equilíbrio é necessário, conforme já mencionado, para que o sangue e a linfa fluam normalmente. A estrutura magnética do corpo humano precisa estar em harmonia com o campo geomagnético para que exista equilíbrio. Esta é uma condição fundamental para a vida, conforme comprova a ciência. Já que o campo magnético natural da terra cobre toda a superfície, todos os serem são penetrados por energia magnética. Metais como ferro e níquel são magnetizados mais facilmente, enquanto os seres humanos e outros organismos também o são, mais com menos intensidade. No corpo humano, a medida de intensidade magnética oscila entre 0,1 a 0,3 Gauss. Foi comprovado, por numerosos estudos em todo o mundo, que campos de 250 a 3 mil Gauss são capazes de estimular a capacidade magnética do organismo elevando-o a níveis adequados. Infelizmente, o campo magnético terrestre não está em boas condições, por causa da interferência do ser humano na natureza, principalmente com o aquecimento global (que altera a distribuição adequada das linhas magnéticas sobre a crosta), as explosões nucleares, a ruptura e afinamento da camada de ozônio, a poluição atmosférica, a redução das florestas, as queimadas etc. Cientistas japoneses como o doutor Naoto Kawaida, da Universidade de Osaka, já em 1976 anunciava, os resultados de suas observações científicas, apontando que a terra esta sofrendo de uma carência magnética, mostrando que nos últimos quinhentos anos o campo magnético do planeta reduziu-se pela metade, e nos últimos cem anos essa redução acentuou-se. Também existe o fato do ser humano viver e trabalhar em construções angulosas, fechados em verdadeiras jaulas de vergalhões metálicos e concreto, calçados de sola de borracha (que isola o corpo do magnetismo do solo), tudo isto contribui para a quebra da harmonia entre a energia magnética do corpo humano e a da terra, tendo como principal efeito o surgimento das doenças, por causa desse fato é que ocorrem tantas doenças de “causas desconhecidas”, processos degenerativos, disfunções, mutações etc. Constatando-se atualmente diversos sintomas provenientes da falta do magnetismo tais como dores lombares, dores de cabeça inexplicáveis e repentinas, dores irregulares nos pés e nas mãos, vertigem, perda de memória, cansaço corporal, formigamentos, câimbras sem causa aparente, prisão de ventre, sensação de peso em várias partes do corpo, pressão arterial anormal, alterações nas funções digestivas, falta de motivação, etc., entre outros problemas que, geralmente são atribuídos a disfunção no sistema nervoso autônomo. No entanto, cientistas e médicos experientes têm mostrado que esses e outros problemas são causados por influência negativa do campo magnético terrestre, o que se denomina mais modernamente de síndrome da deficiência magnética. Os cientistas Shiro Saito, diretor do serviço cirúrgico da Escola Universitária de Kikei, em 1975, e Kyoichi Nakagawa, diretor do hospital de Isuzu, em 1977(este considerado o papa da terapia magnética moderna), descobriram os sintomas resultantes da carência do campo magnético sobre os seres humanos. Certamente, essas disfunções e sintomas só podem ser eliminados pelas correções de suas causas, que é exatamente a reposição do magnetismo.

Terapia magnética ganha status de disciplina científica


As propriedades terapêuticas e curativas dos materiais magnéticos são difundidas desde a Grécia Antiga. Mas, até agora, não havia evidências científicas que dessem embasamento à crescente indústria de braceletes, palmilhas, sandálias, colchões, colchonetes, cintas abdominais, máscaras, assentos e encostos, redes de descanço, emplasto e uma série de outros produtos disponíveis comercialmente no mundo todo para a prática da chamada terapia magnética.


Terapia magnética


A fama e o uso disseminado desses acessórios magnéticos chamou a atenção de uma equipe de médicos norte-americanos, que descobriram que pelo menos algumas das apregoadas vantagens terapêuticas dos magnetos são realmente verdadeiras. A terapia magnética é mesmo eficiente, por exemplo, no aumento do fluxo sangüíneo.


A descoberta poderá permitir que essas técnicas de terapia magnética sejam melhor exploradas e utilizadas por atletas e até por pessoas sujeitas a momentos de grande exigência física e mental, como estudantes durante as provas do vestibular.


Efeitos sobre a circulação


As empresas que comercializam magnetos anunciam que seus produtos servem para o tratamento de diversos males, da artrite à depressão. A equipe do Dr. Thomas Skalak se concentrou na pesquisa dos efeitos dos materiais magnéticos sobre a microcirculação - o fluxo de sangue nos menores vasos sangüíneos do corpo humano.


Skalak e sua orientanda Cassandra Morris se concentraram inicialmente no maior argumento utilizado pelas empresas que vendem produtos para terapia magnética: o argumento de que os ímãs melhoram o fluxo sangüíneo.


Melhoria do fluxo sangüíneo


As pesquisas feitas em animais deram forte suporte a este argumento, representando provavelmente a primeira evidência científica documentada e academicamente aceita de que a terapia magnética possa ter utilidade real para tratamentos que requeiram um aumento no fluxo sangüíneo localizado.
No estudo, ímãs de 70 miliTesla - cerca de 10 vezes mais fortes do que um ímã de geladeira - mostraram um forte efeito, expandindo vasos que haviam sido artificialmente constritos e contraindo vasos que haviam sido artificialmente dilatados. Os resultados mostram que a terapia magnética pode induzir o relaxamento de vasos em tecidos com suprimento de sangue deficiente - ou seja, os ímãs realmente aumentam a circulação sangüínea.


Tratamento de inflamações e inchaços


Em outro teste, os pesquisadores avaliaram o efeito dos magnetos sobre inflamações causadas por traumas. A dilatação dos vasos sangüíneos é uma das principais causas de inchaços no caso de traumas em áreas de tecidos moles, como músculos e ligamentos.
Também nesse caso os ímãs tiveram um efeito fortemente positivo, combatendo o inchaço sem a apresentação de nenhum efeito colateral. Os testes mostraram que os magnetos reduzem significativamente os inchaços, principalmente se forem aplicados logo após o trauma.


Terapia magnética para atletas


Os cientistas agora planejam estender os estudos para pacientes humanos, utilizando atletas de ponta como cobaias. Eles descobriram que a força do magneto - a intensidade do seu campo magnético - é um elemento-chave na redução dos inchaços. 


Alguns colchões magnéticos possuem além do benefício da ação terapêutica dos ímãs, a ação do Infravermelho Longo. Mas o que é o Infravermelho Longo? E quais são os benefícios produzidos por ele? Bem, este Post tem por objetivo trazer esclarecimentos sobre este importante assunto para a saúde humana. 

R$ 1.990,00 R$ 1.699,90
até 12x de R$ 141,65 sem juros
Comprar Estoque: 1 dia útil
Sobre a loja

A empresa Innova Mag – Colchões Terapêuticos adota como filosofia de vida o seguinte termo. Proporcionar qualidade de vida as pessoas através de nossos produtos que constantemente procuramos oferecer o melhor em tecnologia e benefícios

Social
Pague com
  • PayPal
Selos

Innova Mag - Tecnologia e Inovação do Sono - Imagens meramente ilustrativas - CNPJ: 20.035.884/0001-27 © Todos os direitos reservados. 2019

image